Categoria: Crônicas

A Praça

Meu nome estava pichado na praça, ao lado do banco onde eu sentava para estudar quase todo os dias após o almoço naquele restaurante do supermercado, que eu ia só para comer broto de feijão. Mas aquela não era minha letra. Meu jota parece um u e meu e um tridente deitado, meu a é […]

Continue a ler

Adeus

Quero, aqui com estas palavras, pedir desculpas a todos. Desculpas por toda tristeza e todas frustrações que eu tenha causado a quem mais contou comigo. Saibam que não foi por mal. No fundo, eu nunca desejei mal para ninguém. A quem trabalhou comigo, peço desculpas por todo incômodo que eu tenha causado, sei que não […]

Continue a ler

Introdução às Cartas de Amor

Quando foi a última vez que você recebeu uma carta de amor? Mensagens digitais não contam. Eu digo dessas escritas à mão, com pelo menos duas ou três folhas. Que levam tempo para serem escritas, pois precisam ser pensadas e repensadas. Dessas que fazem o autor parar de escrever a cada instante para relembrar momentos […]

Continue a ler

Selfie

A velocidade da internet fazia o sorriso dela chegar aos poucos. Uma linha de pixels de cada vez. Os olhos? Estes já estavam desvelados. Nítidos na resolução alta e num colorido que eu jamais saberia como definir. Sendo azuis eu diria verdes e vice versa. Não por teimosia, mas por um leve grau de daltonismo. […]

Continue a ler

Terráqueos

– De onde você é? – perguntou a balconista. – Do planeta Terra. – respondi. – (risos) Mas de qual cidade? – Daqui mesmo! Por que? Não pareço daqui? – Você fala de um jeito diferente, sei lá, parece um sotaque… – De terráqueo? Terráqueo é uma palavra interessante, pois já subentende-se que deve haver […]

Continue a ler

Meu Deus!

Vou inventar um deus para mim. Não gosto desses que já foram inventados, onde uns exigem temência, outros sacrifícios e outros ainda são metafísicos demais para o meu gosto. Meu deus não, o meu saberá que respeito se conquista através do exemplo, e que sacrifícios de verdade são atos voluntários, senão não possuem valor, e […]

Continue a ler

Luz e Trevas

Quem não gostaria de ser um Sol? Gigantesco, cheio de calor, iluminando tudo à sua volta e sendo o centro de um pequeno universo com tudo acontecendo ao seu redor. Ao entrar num recinto, você seria uma alvorada e ao se despedir, abandonaria todos os presentes, deixando-os apenas com a noite fria e escura. Todo […]

Continue a ler

A Ruiva Metafísica

– Quem é a ruiva metafísica? – Não é bem “quem é”, mas sim “o que é”. – Como assim? – Não é necessariamente uma pessoa. – Pode ser uma coisa? – É mais um estado, do que uma coisa. – Não tô entendendo. – É assim… Imagine que tudo que é físico, terreno e […]

Continue a ler

Os Nomes

Nunca li Saramago! Não leio nada cujo nome comece com José. Prefiro a Ana, o Umberto sem ‘h’ mesmo e até gosto do Paulo. Meu preferido é o Augusto porque me lembra o Edgar. Recentemente li um Jorge e gostei muito de suas sereias espaciais. Agora José é nome de padeiro, de pescador, peixeiro e […]

Continue a ler

O Sentido da Vida

Podem parar tudo. Não é preciso continuar mais nada. Podem faltar o trabalho amanhã. Não precisam mais ir mais para a aula. Nem voltar pra casa, se quiserem, fiquem na gandaia para o resto da vida. Pois eu achei a resposta! Filósofos de muitas culturas e muitas eras tentaram inutilmente descobrir a resposta para o […]

Continue a ler